Logo
3 dias na cidade de Lyon: a capital gastronômica da França
11 ago 2021

3 dias na cidade de Lyon: a capital gastronômica da França

Post by Aline Miquelino Pierrat

Veja o que fazer na cidade de Lyon em 3 dias na sua primeira visita. Os pontos turísticos que não podem faltar, dicas de restaurantes típicos de Lyon, passeios gratuitos, hôtel, transporte e muito mais!

O que fazer no primeiro dia na cidade de Lyon

A cidade de Lyon na região histórica Rhône-Alpes, fica na junção dos rios Rhône e Saône. Com mais de 2.000 anos de história é considerada uma das cidades mais gastronômicas da França.

Para chegar em Lyon, saímos de trem de Lille, “Gare” Lille Flandres, norte da França no mês de julho. Chegamos na estação “Gare” Lyon Part Dieu.

Uma dica é não escolher a estação de trem Lyon-Saint Exupery TGV. Ela fica bem longe do centro e o valor do táxi ou ônibus vai sair muito mais caro.

Antes de tudo, você pode comprar com antecedência o bilhete de trem pelo site da OUI SNCF. Baixe o aplicativo deles e escolher o valor mais em conta, pois os preços variam dependendo da época.

Chegada em Lyon

Ao chegar em Lyon, fomos andar um pouco sem destino para conhecer o estilo da cidade. Foi maravilhoso admirar o rio Rhône, a água tem um tom de azul forte e as paisagens ao redor dele são de tirar o fôlego!

No almoço, comemos num típico restaurante Bouchon Lyonnais, no velho Lyon “vieux Lyon” chamado Chabert et fils (11 Rue des Marronniers, 69002 Lyon).

O cardápio varia conforme as estações e você pode conferir o menu no site deles.

Depois que almoçamos, fomos até a Catedral “Cathédrale Saint Jean Baptiste”, localizada no 5° arrondissement de Lyon. O centro histórico mais visitado da capital e patrimônio mundial da UNESCO.

A catedral possui um relógio astronômico, composto de um sistema mecânico que exibe a hora e a data.

Ele exibe outras informações astronômicas como as fases da lua, a posição dos planetas e do sol no sistema solar. Ainda as datas dos eclipses e festas religiosas, as datas dos solstícios e às vezes um mapa do céu.

Em seguida, caminhamos até o “Le site Gallo-Romain de Fourvière“, com mais de 2.000 anos de historia, acomodava até 10.000 espectadores. Você pode visitar também o museu da civilização galo-romana, escondido dentro deste sítio arqueológico.

A vista mais linda da cidade de Lyon

Para chegar até a “La Basilique Notre Dame de Fourvière”, você deve subir um morro, mais ou menos uns 20 minutos. O esforço é recompensado com uma vista maravilhosa de toda a cidade.

O Morro é conhecido como a “colina que reza“, “la colline qui prie” em francês, pois a basílica é dedicada à Virgem Maria. Ela é classificada como um monumento histórico e faz parte do patrimônio mundial da UNESCO.

A Basílica possui muitas santas e santos de diversos países, assim como a Nossa Senhora do Brasil com a bandeira do nosso país.

Nos hospedamos no Phenix Hotel localizado no 7 Quai de Bondy, 69005 Lyon. Ela fica a cerca de 10 minutos a pé de muitas atrações turísticas, como Vieux Lyon.

Logo após, fomos no “Les muses de l’Opéra”, 1 Pl. de la Comédie, 69001 Lyon, localizado no 7º andar. Um bar num terraço com uma vista de tirar o fôlego da cidade de Lyon.

Dicas do que fazer no segundo dia em Lyon

No segundo dia fomos andando e admirando as paisagens até o Restaurante Les Voûtes Jazz Club de Île, no 53 Bis Quai Clemenceau, 69300 Caluire-et-Cuire.

Este edifício parcialmente troglodita foi construído no século XVII a partir de pedras douradas. Ele fica em uma reentrância no penhasco que foi originalmente usado para acessar o castelo de La Grange, localizado acima do restaurante.

Depois disso tiramos algumas fotos na Ile Barbe, sob o Rio Saône, localizada no 9º arrondissement. Próxima ao rio Saône ela abriga uma igreja românica e vestígios religiosos de uma antiga abadia

Também vale a pena conhecer um dos trinta muros pintados espalhados por Lyon. Eu visitei o “Le mur des Lyonnais” o muro de Lyon.

Neste afresco de 800 m², estão representadas 30 figuras históricas que marcaram a história da cidade, incluindo o famoso Paul Bocuse, o papa da gastronomia.

O “Fresque des Lyonnais” fica no 1º arrondissement, na esquina da 49 Quai Saint-Vincent e 2 rue de la Martinière.

Após isto, fomos no boêmio bairro Croix-Rousse, que possui praças arborizadas e casas que abrigaram oficinas de tecelões. Dá pra ver a cidade de Lyon também lá de cima. 

E terminamos a noite em um dos tantos barzinhos que Lyon oferece.

O que visitar no terceiro dia em Lyon

Pela manha, depois do check-out no hotel, fomos no “La place des Terreaux” que fica localizada no 1º arrondissement de Lyon.

No centro da praça, em frente à prefeitura “Hotel de Ville”, fica a fonte alegórica do Garonne. O “Char triomphal de la Garonne” representa o Garonne e seus quatro afluentes fluindo para o oceano, todos simbolizados por uma mulher liderando.

Logo depois caminhe até a igreja de Saint-Nizier localizada na Place Saint-Nizier. Ela fica próxima da “Place des Terreaux” e a “Place des Jacobins” com a “La fontaine des Jacobins”, no bairro de Cordeliers, no 2° arrondissement.

No almoço, almoçamos no Les Halles de Lyon Paul Bocuse (102 Cours Lafayette, 69003 Lyon) inaugurado em 1859. Escolhemos o restauranteLa Maison Cellerier L’écailler e pedimos ostras planas da Bretanha (Belons). Uma delicia!

Se sobrar tempo, visite o Le Parc de la Tête d’Or, um parque urbano público em Lyon de 117 hectares, um dos maiores da França.

Uma verdadeira descoberta, com espaços verdes, jardim botânico, zoológico, passeios de pônei e muito mais. Deu até pra tirar uma foto com as girafas!

E pra finalizar a visita, jantamos no La Mangue Amère localizado no 1° arrondissement, no 7 Rue du Jardin des Plantes, 69001 Lyon. Ele oferece uma autêntica cozinha africana.

Experimentamos o menu de degustação de entradas, mafê de carne, thiéboudienne senegalês, e de sobremesa queijo cottage com manga e salada de frutas exóticas.

Finalmente, podemos dizer que Lyon é uma cidade encantadora, com mais de 500 mil habitantes, e os pontos turísticos podem ser visitados à pé.

A dica é seguir o Rio Rhône e admirar a beleza da cidade de Lyon. Com certeza você vai sair de lá com vontade de voltar!

Tags: , , , ,
Avatar
Advogada, ama ler e escrever. Por isso veio parar aqui no Blog de sua irmã gêmea, para compartilhar o amor que elas têm em comum: viajar. De Jacareí, mas já morou 7 anos em São Paulo. Agora, vive em Lille, cidade do Norte da França — onde estuda francês e vive planejando viagens. Quer conhecer o mundo lendo, viajando e escrevendo. Ça Marche!

1 comentário

Leave a Comment

pt_BR
pt_BR