Logo
Tudo o que você precisa saber antes de ir à Bélgica
23 out 2020

Tudo o que você precisa saber antes de ir à Bélgica

Post by Ariane Costa
Facebook
Facebook
INSTAGRAM

Se Bruxelas, na Bélgica, é o destino da sua próxima viagem, prepare-se! Você irá se encantar com construções históricas, além de boa gastronomia, chocolates incríveis e muita cerveja.

Além disso, a cidade belga, Capital da União Europeia, tem uma localização geográfica com acesso muito fácil aos países vizinhos.

Por isso, neste post vamos te ajudar a montar um ótimo roteiro, contando tudo sobre a Bélgica. Então, aperte os cintos e embarque nessa leitura!

Qual é a língua que se fala na Bélgica?

Primeiramente, é importante saber que os idiomas oficiais da Bélgica são o francês, o holandês e o alemão. Assim também é em Bruxelas, onde os belgas também falam inglês. Nas áreas turísticas é possível encontrar até quem fale espanhol.

 

Como chegar em Bruxelas?

Não existe voo direto do Brasil para a Bélgica, por isso é preciso fazer uma conexão em algum país próximo. Por exemplo, as cidades nesse trajeto podem ser Paris, Madrid, Amsterdam ou Frankfurt. Os aeroportos internacionais de Bruxelas são o Charleroi, um pouco mais distante, e o Zaventem (BRU), principal aeroporto belga.

Caso você já esteja na Europa, pode viajar com alguma companhia low cost, como a Ryanair, a Easyjet e a Vueling. Todas elas têm destino à Bruxelas e passagens com valores bem acessíveis.

Há ainda a possibilidade de viajar de trem para Bruxelas, de ônibus ou carro também.

O que fazer em Bruxelas?

Confira agora, dicas do que não pode faltar no seu roteiro pela Bélgica.

Gran Place

A Gran Place, principal ponto turístico de Bruxelas, é o coração da cidade. Para os belgas, esta é a praça mais bonita do mundo. E de fato, é um lugar maravilhoso.

Rodeada por prédios históricos com construções do século XVII, a Grand Place foi tombada como Patrimônio Mundial pela Unesco. É um local para tirar muitas fotos, conhecer mais sobre a história local e observar o ritmo da cidade.

Ao lado da prefeitura, fica a estátua de Everad’t Serclaes, que foi executado no século XIV, lutando por Bruxelas. Acredita-se que passar a mão em seu braço, traz sorte.

Endereço: Centro de Bruxelas.

Manneken Pis

Você não pode viajar e deixar de tirar uma foto em frente a estátua do menino fazendo xixi em Bruxelas. Isso mesmo, a Manneken Pis é um dos símbolos da cidade. Ela representa com humor a personalidade do povo belga, que preza por liberdade. Além disso, existem diversas lendas envolvendo o monumento.

Em algumas épocas do ano, a fonte é abastecida com vinho ou cerveja. Ou seja, a bebida é servida “pela urina” da estátua e vira uma festa na cidade.

Endereço: entre as ruas L’Etuve e Chene, ao sul da Grand Place.

Janneke Pis e Delirium Tremens

Réplica da estátua masculina, mas não tão famosa quanto, a Janneke Pis é uma outra fonte onde é uma menina quem faz xixi. Da mesma forma, também vale a sua visita e uma foto do local.

Bem ao lado da Janneke Pis, fica o bar mais famoso de Bruxelas, o Delirium Tremens. O local possui uma enorme variedade de cervejas e também não pode ficar de fora do seu roteiro.

Endereço: Impasse de la Fidélite.

Atomium

Criado em 1958 para a Exposição Universal de Bruxelas, o Atomium é o maior símbolo da capital belga.

O monumento representa um átomo de ferro 165 bilhões de vezes maior. São 102 metros de altura e 9 esferas com 18 metros de diâmetro. Todas são conectadas por escadas rolantes.

No interior é possível conferir exposições, inclusive sobre a própria exposição de 58. Além disso, também há um restaurante.

Endereço: Atomiumsquare, 1020. Valor: € 15*

Mini-Europa

Pertinho do Atomium fica a Mini-Europa, um parque em miniatura. É um passeio bem divertido tanto para crianças, quanto para adultos. São 350 maquetes que representam 80 cidades da União Europeia.

Endereço: Avenue du Football 1, 1020. (Brupark). Valor: a partir de € 16,50*.

Foto: Reprodução/ Instagram @minieuropeofficial

Galerias Saint Hubert

Um outro lugar para encher os olhos e tirar fotos lindas são as Galerias Saint Hubert. Também conhecidas como Galerias Royales Saint-Hubert, foram as primeiras galerias comerciais da Europa, criadas em 1847.

Endereço: Galerie de la Reine e Galerie du Roi.

Foto: Reprodução/ Instagram @fer.fontenla

Palácio Real de Bruxelas

A família real não mora no Palácio de Bruxelas há mais de um século. Contudo, o local continua sendo a sede da monarquia do país. O acesso ao público fica liberado de 21 de julho até o começo de setembro.

O edifício fica junto ao Parque de Bruxelas. Portanto, você pode conhecer dois lugares de uma vez só.

Endereço: Palenizenplein.

Foto: Reprodução/ Wikipedia

Onde comer waffle em Bruxelas?

Os deliciosos waffles também são conhecidos como goffres na Bélgica. Existe uma diversidade de sabores, como o irresistível morango com chocolate. Mas o sabor tradicional mesmo é apenas massa com açúcar por cima.

Alguns lugares cobram um valor abusivo pela iguaria, o famoso “pega turista”, e um waffle pode custar  até 10 euros*. Por isso, a nossa sugestão vai para o Le Funambule, onde cobram um valor bem justo.

Pertinho do “Manneken Pis”, o lugar conta até com uma réplica da estátua na porta, feita toda em chocolate.

Endereço: Rue de Tabora 9, 1000. Bruxelas. Bélgica.

Assim como os waffles, é claro que você também não pode deixar de conferir as maravilhosas lojas de chocolate belga. Afinal, existem diversas pela cidade para você se deliciar.

Enfim, esperamos que este post com tudo sobre a Bélgica te ajude a fazer um ótimo planejamento de viagem. Caso você já conheça Bruxelas, comente aqui em baixo o seu lugar preferido na cidade belga. E antes de sair, veja também como planejar uma Eurotrip e como organizar uma mala para a Europa.

*Valores sujeitos a alteração.

Ariane Costa

1 comentário

Leave a Comment

pt_BR
pt_BR